quinta, 25 de abril de 2019

SISTEMA DE ESGOTO SANITÁRIO EM CENT. DO SUL TERÁ INVESTIMENTO DE MAIS DE R$ 6 MILHÔES


Desde que assumiu o Governo Municipal de Centenário do Sul, em janeiro de 2013, o prefeito Luiz Nicacio incansavelmente vem correndo atrás de projetos para transformar Centenário do Sul em uma cidade de um povo orgulhoso de dizer “eu moro em Centenário do Sul”!

Um dos objetivos do prefeito Luiz Nicacio é a implantação do SISTEMA DE ESGOTO SANITARIO DA CIDADE, com a finalidade de proporcionar qualidade de vida e bem estar para a população. E esse objetivo o cidadão centenariense já pode comemorar, pois na tarde dessa quarta-feira, 09/09, a Sanepar publicou o Edital de Licitação seleção da empresa para a execução da obra. O Edital estará disponível no site da Sanepar, entre os dias 10/09 e 13/10 (link)

O recurso é oriundo da FUNASA - Fundação Nacional de Saúde, como resultado de um grande esforço do prefeito Luiz Nicacio para a realização da implantação do SISTEMA DE ESGOTO SANITÁRIO NA CIDADE. O valor do recurso é de mais de R$ 6 milhões. E de acordo com o prefeito a primeira fase irá beneficiar cerca de 40% das residências do município, e que a segunda fase já está em fase de levantamento.

Os benefícios

A implantação do SISTEMA DE ESGOTO SANITÁRIO em nossa cidade irá trazer benefícios para toda a população centenariense na questão de Saúde, Educação e Desenvolvimento Econômico.

Segundo dados do Ministério da Saúde, em 2013 foram registradas 340 mil internações por infecções relacionadas com questões hídricas, como diarreia. O custo destas ocorrências para o Sistema Único de Saúde (SUS) foi de R$ 121 milhões. Ao garantir acesso ao saneamento básico, o governo reduziria estes casos para 265,4 mil e economizaria R$ 27,3 milhões, que podem ser investidos em outras áreas.

Estudo realizado pelo Instituto Trata Brasil, em parceria com o Conselho Empresarial Brasileiro para Desenvolvimento Sustentável (CEBDS), aponta que crianças de áreas com saneamento têm um aproveitamento escolar superior. Ao assegurar o acesso à coleta de esgoto a um estudante sem esse serviço, espera-se uma redução de 6,8% em seu atraso escolar.

A economia da região com esgotamento sanitário também recebe um incremento de produtividade. Em 2012 houve a perda de 849,5 mil dias de trabalho por afastamento causado por diarreia ou vômito, segundo estimativa do estudo. Com isso, foram gastos R$ 1, 112 bilhões em horas pagas, mas não trabalhadas efetivamente. Se os trabalhadores tivessem coleta de esgoto, ocorreria uma redução de 23% nas ausências e uma economia de R$ 258 milhões.

As vantagens econômicas também possuem outros aspectos. Além de atrair mais empresas por oferecer uma infraestrutura adequada para suas operações, os municípios que possuem um saneamento adequado podem atingir até 13,6% da valorização imobiliária.

A necessidade

Centenário do Sul atualmente possui cerca de 4500 moradias, considerando que cada uma possua 1 fossa séptica, havendo situações em que algumas casas possuam até 2 fossas ativas, e outras já nem possuem mais espaço suficiente para fossas. Diante dessa proporção, o lençol freático fica disponível de contaminação e a necessidade de implantação do sistema de esgoto é improrrogável.


Data: 09/09/2015 19:29:57
Categoria: Antigas

©2019 - Prefeitura Municipal de Centenário do Sul - PR. Todos os direitos reservados.
HNET SOLUÇÕES - A SUA EMPRESA NA INTERNET.