quinta, 17 de janeiro de 2019

DENGUE - É FÁCIL COMBATER SÓ NÃO PODE ESQUECER


A Dengue é uma doença perigosa, transmitida pela picada do mosquito Aedes aegypti. Este mosquito encontrou condições muito favoráveis em nosso ambiente para o seu desenvolvimento.

A sua reprodução ocorre em qualquer recipiente com água parada, como caixas d"água, barris, tambores, vidros, potes, pratos e vasos de plantas ou flores, tanques, cisternas, garrafas, latas, pneus, panelas, calhas de telhados, bandejas, bacias, drenos de escoamento, canaletas, blocos de cimento, folhas de plantas, tocos e bambus, buracos de árvores e muitos outros onde a água da chuva é coletada ou armazenada.Medidas de controle e prevenção centradas apenas no combate químico não apresenta bons resultados. Sem a participação e mobilização de toda comunidade e integração dos setores tanto públicos quanto privados, torna-se difícil conter esse vetor, que como sabemos, possui altíssima capacidade de adaptação ao nosso ambiente criado pela urbanização acelerada e pelos novos hábitos de armazenar água.

É um compromisso de todos! Para combatê-lo precisamos de você: aceite ser um agente voluntário e vamos VIRAR esse jogo. É tempo de combater a DENGUE.

MEDIDAS DE PREVENÇÃO: Seja vigilante em sua casa, trabalho ou escola. Dedique alguns minutos do seu dia no controle a dengue e preste atenção para as medidas de prevenção (ou: e preste atenção para dica de hoje):

1. Mantenha bem tampados tonéis, baldes, caixas d’água, cisternas, poços ou qualquer outro depósito que acumule água;

2. Guarde as garrafas secas de cabeça para baixo;

3. Coloque os pneus em locais cobertos;

4. Encha de areia os pratinhos dos vasos de planta;

5. Limpe as calhas d’água;

6. Não deixe água acumulada nas lajes;

7. Não acumule entulhos e objetos fora de uso na sua casa e quintal que possam acumular água da chuva;

8. Não jogue lixo nos terrenos baldios, pois uma tampinha, um copo, uma lata ou garrafa pode se transformar em foco para o mosquito crescer;

9. Verifique se o lixo está bem fechado;

10. Lave duas vezes por semana os depósitos de água dos animais.

Tomando os cuidados necessários você reduz o risco de ter a doença e ajuda a combater o mosquito. E não esqueça a Dengue pode matar!

TRANSMISSÃO: A dengue não é transmitida de pessoa para pessoa. Seu principal vetor é o mosquito Aedes aegypti que, após picar alguém contaminado, pode transportar o vírus da dengue durante toda a sua vida. O ciclo de transmissão ocorre do seguinte modo: a fêmea do mosquito deposita seus ovos em recipientes com água. Ao saírem dos ovos, as larvas vivem na água por cerca de uma semana. Após este período, transformam-se em mosquitos adultos, prontos para picar as pessoas. O Aedes aegypti procria em velocidade prodigiosa e o mosquito adulto vive em média 45 dias. O mosquito Aedes Aegypti mede menos de um centímetro, tem aparência inofensiva, cor café ou preta e listras brancas no corpo e nas pernas. Costuma picar nas primeiras horas da manhã e nas últimas da tarde, evitando o sol forte, mas, mesmo nas horas quentes, ele pode atacar à sombra, dentro ou fora de casa. Há suspeitas de que alguns ataquem durante a noite. O indivíduo não percebe a picada, pois no momento não dói e nem coça.

SINAIS E SINTOMAS: Existem duas formas de dengue: a clássica e a hemorrágica. A dengue clássica apresenta-se geralmente com febre, dor de cabeça, no corpo, nas articulações e por trás dos olhos, manchas e erupções vermelhas na pele semelhantes ao sarampo, principalmente no tórax e membros superiores, náuseas e vômitos, tonturas e extremo cansaço, podendo afetar crianças e adultos, mas raramente mata. A dengue hemorrágica é a forma mais severa da doença, pois além dos sintomas citados, é possível ocorrer sangramento, ocasionalmente choque e conseqüências como a morte. Sendo assim, quando acaba a febre começam a surgir os sinais de alerta: dores abdominais fortes e contínuas, vômitos persistentes, pele pálida, fria e úmida, sangramento pelo nariz, boca e gengivas, manchas vermelhas na pele, sonolência, agitação e confusão mental, sede excessiva e boca seca, pulso rápido e fraco, dificuldade respiratória e perda de consciência.

ATENÇÃO: Ao manifestar algum destes sinais, o cidadão deve procurar a Unidade de Saúde mais próxima. A reidratação oral é uma medida importante e deve ser realizada durante todo o período de duração da doença e, principalmente, da febre. Por isso, tomar bastante lquido é fundamental para uma melhor recuperação.

E lembre-se, moradores que não respeitarem a Lei Municipal Nº. 2.112/2007 - Código de Posturas do Município: em conformidade ao Art. 7º, Parágrafo 1º: “Os proprietários ou responsáveis pelos imóveis deverão tomar as medidas necessárias para evitar a formação de focos de insetos, principalmente a eliminação de recipientes que possam acumular água.” Portanto, caso seja encontrado lixo e entulhos capazes de acumular água nos imóveis, haverá aplicação de multa de 10 (dez) Unidades Fiscais Municipais, ou seja, no valor de R$ 464,00 (quatrocentos sessenta e quatro reais). Contamos com a colaboração de todos para manter os quintais limpos e acabar com a Dengue na nossa cidade. “Ressaltamos que tal medida é necessária para proteger a saúde dos moradores.”

A.COM


Data: 27/12/2013 11:57:10
Categoria: Antigas

©2019 - Prefeitura Municipal de Centenário do Sul - PR. Todos os direitos reservados.
HNET SOLUÇÕES - A SUA EMPRESA NA INTERNET.