quarta, 08 de abril de 2020

LAZER - Parque Ibicatu é opção de lazer no verão 2016


Em 302 hectares, na divisa entre os munícipios de Porecatu e Centenário do Sul, no Norte do Paraná, o Parque Estadual de Ibicatu guarda uma floresta na qual convivem espécies de flora diversificada - com jequitibá, aiticum, cedro-rosa, figueira, peroba-rosa, buganvilia, canafístula e gurucaía – com fauna igualmente variada - com 30 espécies de pássaros, dez de mamíferos, sete espécies de peixes e 17 de insetos, além de outras -, amostras da riqueza biológica que havia na região em passado recente.
“A floresta representa o que era a vegetação que cobria as terras da região e que hoje abrigam o cultivo principalmente de canaviais que se perdem de vista. A floresta possui características de transição, apresenta vestígios de vegetação do passado de ocorrência em climas secos e contém espécies raras em solos de origem basáltica”, afirma a gerente do Parque, Raquel Fila Vicente.
VISITANTES - Criado em 1982, o Parque Estadual de Ibicatu, uma das 68 unidades de conservação sob responsabilidade do Estado, das quais 29 abertas à visitação pública, recebe em média 565 visitantes por mês. Em 2014, o Parque recebeu 6,8 mil visitantes. De janeiro a março deste ano, 4,8 mil pessoas o visitaram.

“É um dos principais atrativos da região. Além de paranaenses, nos visitam pessoas de outros estados e países. Em 2013, recebemos visitantes de 20 cidades do Paraná e de 12 cidades de outros estados, principalmente de São Paulo”, conta Raquel.
O Parque Estadual Ibicatu teve origem na regularização de terras devolutas do Estado e foi criado pelo governo do Paraná com 57 hectares, por meio do Decreto n° 4.835, em 1982. Em 2011, pelo Decreto 5181/09, a Unidade de Conservação, foi ampliada em 245,73 hectares, totalizando 302,74 hectares. Seu nome, que é homônimo de outro parque em Piracicaba (SP), foi escolhido através de concurso realizado entre estudantes da região e significa “terra boa”.
TRILHAS - Além de sua biodiversidade, o parque oferece duas trilhas e atividades que envolvem a educação ambiental e realização de pesquisas científicas.
Trilha da Floresta: Com um percurso de mil metros de extensão, percorre uma área margeada de florestas e vegetação nativa.
Trilha do Ribeirão: Com 300 metros de extensão, durante o percurso dessa trilha há um riacho, conhecido como Ribeirão Tenente, cercado por mata ciliar com águas rasas e fundo rochoso. O passeio termina em uma pequena cachoeira.
SERVIÇO:

Horário de funcionamento: aberto de segunda a sexta-feira - das 8 às 18 horas.
Visitantes em grupos poderão agendar previamente seus passeios junto ao Escritório Regional de Londrina, telefone (43) 3373-8700, ou diretamente no Parque, telefone (43) 3623-4201.
Apenas grupos agendados terão o acompanhamento de um guia.
Não é permitida a entrada de animais de estimação.
O uso das imagens do Parque para fins comerciais só é permitido com autorização do IAP.
Para mais informações acesse o site www.iap.pr.gov.br

 

Fonte: http://www.comunicacao.pr.gov.br/

Parque Estadual Ibicatu.Foto: Divulgação


Data: 09/11/2016 09:18:16
Categoria: Comunicação

©2020 - Prefeitura Municipal de Centenário do Sul - PR. Todos os direitos reservados.
HNET SOLUÇÕES - A SUA EMPRESA NA INTERNET.