quarta, 08 de abril de 2020

NOTA: Livro polêmico que sugere casamento entre pai e filha já havia sido alertado pelo Legislativo


A retirada do livro ENQUANTO O SONO NÃO VEM, já tinha sido alertado pelo vereador Professor Adam Lineker, que alertou o prefeito e a secretaria municipal de Educação Esporte Cultura. Diante da observação do vereador, o prefeito Luiz Nicacio solicitou a retirada do livro das escolas municipais, com o objetivo de se evitar que esta narrativa chegue até as crianças do primeiro ao terceiro, com idades entre 6 e 8 anos. Vários outros municípios da região e do Brasil estão suspendendo a aprendizagem por meio da obra de José Carlos Brant.

De acordo com o portal G1, o Ministério da Educação (MEC) confirmou a presença do livro no Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (PNAIC), mas disse que o processo foi realizado na gestão anterior, em 2014. Na nota, o MEC diz que está revendo todo o processo de seleção dos livros visando a melhoria da qualidade da educação e não citou o livro específico.

 

 

Assessoria de Comunicação
EDNALDO TERRA
(043) 3675-8010
ednaldoterra@hotmail.com

 


Data: 09/06/2017 10:08:25
Categoria: Comunicação

©2020 - Prefeitura Municipal de Centenário do Sul - PR. Todos os direitos reservados.
HNET SOLUÇÕES - A SUA EMPRESA NA INTERNET.