terça, 07 de dezembro de 2021

SAÚDE: Dengue - A luta continua


O Governo Municipal de Centenário do Sul, por meio da secretaria municipal de Saúde, juntamente com a população centenariense, não estão "dando mole" para o mosquito Aedes Aegypti.

Desde janeiro, até a data de 16/11, o município teve quinze casos notificados e nenhum caso confirmado. O índice de infestação do mosquito fechou em 1,15% no quarto ciclo, que compreende o final do mês de outubro. De acordo com o encarregado do setor de Vigilância Sanitária e Endemias do município, Sr. Jaime Antonio dos Santos, no mesmo ciclo em outras épocas, o índice de infestação era registrado próximo a 4%.

Os resultados estão sendo obtidos graças ao trabalho que vem sendo desenvolvido pela secretaria municipal de Saúde em parceria com a comunidade centenariense.

Participação da Comunidade

O “arrastão educativo” é um trabalho realizado com a colaboração da comunidade. O morador recebe um saco de lixo, entregue pelo agente controle de endemias . “Nas visitas, quando os agentes identificam quintais com lixo que possam acumular água, entregam um saco de lixo e fazem a orientação ao morador, para a devida coleta e prevenção. Este trabalho vem dando certo graças a conscientização da comunidade” Afirmou, Jaime Antonio.

Locais de risco

O município também intensificou as visitas nos locais de risco; cemitério, borracharias, ferros velhos, e outros mais, com visitas de 15 em 15 dias.

Notificações

A notificação é feita pelo agente ao morador e transmitida ao encarregado do setor de Vigilância Sanitária e Endemias. Apesar dos números serem a favor, ainda existe moradores que são descuidados, e o trabalho de notificações aos proprietários de imóveis identificados com foco de dengue, tem surtido efeito positivo com menos de três dias na resolução do problema.

Acampamento 2 de dezembro

Um importante trabalho de conscientização e mobilização foi feito com a comunidade do Acampamento 2 de dezembro. Os moradores do acampamento se reuniram e escolheram uma comissão, que sai a campo, pelo menos uma vez por semana, com o trabalho de orientação e coleta de lixo que acumula água.

Bloqueio dos casos suspeitos

De acordo com o encarregado do setor de Vigilância Sanitária e Endemias, Sr. Jaime Antonio, o bloqueio é feito em menos de 24 horas após a identificação de um caso suspeito. A equipe identifica a região de residência do morador com suspeita de dengue, mapeando nove quarteirões. Nesta região é feita uma remoção e limpeza dos possíveis locais de foco, colocação de larvicida e se necessário a pulverização com veneno.

Diante dos números positivos apresentados, a secretaria municipal de Saúde, lembra que não pode “dar mole” para o mosquito. O combate tem que ser continuo e eficiente. A cada dia o mosquito está se apresentando com a transmissão de outras doenças mais. Atualmente, a principal forma de prevenção é o combate aos mosquitos, eliminando os criadouros de forma coletiva com participação comunitária e o estímulo à estruturação de políticas públicas efetivas para o saneamento básico e o uso racional de inseticidas.

 

 

Assessoria de Comunicação
EDNALDO TERRA
(043) 99934.1218
ednaldoterra@hotmail.com

 


Data: 17/11/2016 15:36:52
Categoria: Saúde

©2021 - Prefeitura Municipal de Centenário do Sul - PR. Todos os direitos reservados.
HNET SOLUÇÕES - A SUA EMPRESA NA INTERNET.